Indicações de ceratoplastia: estudo retrospectivo em um Hospital Universitário

Objetivo: Descrever o perfil demográfico-epidemiológico e as indicações de ceratoplastia no Hospital Universitário Santa Terezinha de Joaçaba/SC no período de outubro de 2006 a abril de 2011. Métodos: Os prontuários foram examinados no Centro Oftalmológico Belloto Stock de Joaçaba (SC) e os pacientes foram acompanhados antes e depois da ceratoplastia. Os dados analisados foram cidade de origem, idade, gênero, etnia e indicação da ceratoplastia. Resultados: Foram analisados os prontuários de 85 pacientes em que foram realizadas 100 ceratoplastias. Quanto à origem, 79% dos pacientes provinham da região do Meio-Oeste e os demais de outras regiões de Santa Catarina. A média de idade foi de 38 ± 17,61 anos, variando de 13 a 87. Quanto ao gênero encontrou-se prevalência do sexo masculino em 57,6%. A etnia branca foi declarada por 94,1% dos pacientes e a parda por 5,9%. As indicações de ceratoplastia foram ceratocone em 51 (51%) olhos, retransplante em 15 (15%), todos pacientes provenientes de outros serviços, leucoma pós-herpes em 13 (13%), ceratopatia bolhosa pós-facectomia em 6 (6%), distrofia corneana em 5 (5%), leucoma póstrauma perfurante em 4 (4%), úlcera bacteriana sem resposta ao tratamento clínico em 3 (3%) e outras causas em 3 (3%). Das 100 ceratoplastias realizadas 98 (98%) foram penetrantes e 2 (2%) lamelares anteriores profundas. Conclusão: O estudo concluiu que o perfil dos pacientes submetidos à ceratoplastia caracterizou-se como jovem, de etnia branca, com predominância do sexo masculino e as quatro principais indicações de ceratoplastia foram ceratocone, retransplante, leucoma pós-herpes e ceratopatia bolhosa pós-facectomia.

Clique AQUI para realizar o download do artigo completo em PDF.