Ergoftalmologia em escritórios de contabilidade: a síndrome visual do computador (SVC)

Resumo: Este trabalho objetivou averiguar a presença dos sintomas da Síndrome Visual dos Computadores (SVC) trabalhadores de escritórios de contabilidade. Métodos: Como instrumentos de pesquisa utilizou-se um questionário baseado no conjunto de sintomas da SVC, avaliado por Escala Likert (1-5), e foram realizadas observações no local de trabalho baseadas na Avaliação Ergonômica de Postos de Trabalho. Resultados: Os participantes que trabalhavam com o ângulo de visão menor do que 10° em relação à tela foram os que apresentaram mais sintomas sobretudo de dor na parte posterior do pescoço e nas costas (p=0,0460). Aqueles que usavam iluminação diferente de 450 e 699 lux reportaram sintomas significativos para dor de cabeça (p=0,0045) e ressecamento ocular (p=0,0329). Os mais jovens apresentaram mais dor de cabeça (p=0,0182) e aqueles com menor tempo de trabalho mais sintomas de dor de cabeça e ressecamento ocular (respectivamente p=0,0164 e p=0,0479). A falta de recebimento de orientações sobre prevenção foi confirmada por 37% participantes que referiram mais sintomas de dor na parte posterior do pescoço e nas costas (p=0,0936). Conclusão: Os participantes mais jovens, com menor tempo de trabalho, que não haviam recebido informações sobre o uso de computador, não utilizavam iluminação entre 450 e 699 lux ou trabalhavam com o ângulo de visão menor do que 10º apresentaram mais sintomas da síndrome visual do computador.

Clique AQUI para realizar o download do artigo completo em PDF.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *